CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


        Alienação Social
 


 
Acho triste não ter respostas para as minhas perguntas, mas o pior é não achar alguém que as responda por mim e catastrófico não existir quem se imponha a tentar ajudar para que, em grupo, todas as respostas sejam achadas para as respectivas perguntas, ou pelo menos tentar.
 
A alienação social é iminente, mas não temos que aceitar de braços abertos este mal da sociedade moderna, a degeneração e o isolamento que a tecnologia nos proporciona deixa-nos a mercê de uma vida real e solitária, tendo um mundo virtual e maravilhoso a nossa espera, maravilhoso e mortal para quem o escolhe, pois é um caminho sem volta, é apostar no escuro para ver o claro. Quando se pode ter o brilho do sol junto à multidão.

Não seja enganado pela solidão, mídia ou meio bizarro de comunicação, seja você mesmo e seja muito bem o que você é, mas tenha ciência que esse seu eu social só o é quando é compartilhado, caso contrário, você será uma vida sem ser vista por ninguém, uma luz negra no vazio. Não se valorize ou desvalorize a ponto de você só conseguir a sua imagem no espelho para lhe observar e vislumbrar, pois isso seria como se fosse a morte em vida.

Então não viva como um morto, compartilhe, publique e viva intensamente a sua vida e a vida que está ao redor de você, e seja feliz. Temos muitas perguntas a fazer, se não sabemos respondê-las, pelo menos teremos o nosso mundo, a nossos amigos de estrada para nos ajudar ou tentar ajudar a entender o porquê de sermos como somos... Humanos.
 
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 29/06/2012
Alterado em 13/10/2015

Música: Pub - Jung, Jae Hwan

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários