CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


Lunance


 
Laços de aveia e mel, rosa e cetim,
Unidos pela união da essência e existência.
Amar as doçuras dessa mulher,
Nessa ânsia louca de tê-la em mim,
Amando-a sem parar, vivendo-a sem pensar.
 
Rir da vida é um sonho,
Ir e vir aqui e ali é um sonho,
Buscar o seu beijo molhado e quente é o sonho,
Em que todos pensam, mas poucos conseguem.
Irei eu tentar esse delírio,
Roubar o seu beijo amável e angelical,
Ouvindo os sussurros da sua voz fina e sensual.
 
Dou o melhor de mim para lhe sentir,
Ou cairei no anonimato dos fracos, mas,
Serei sempre eu, rindo ou chorando por você.
 
Sua vida nos passa toda a esperança,
Amor que todos sentem a sua volta.
Não desistirei da rosa dançante mais linda,
Tão pouco do seu corpo torneado e moreno.
O doce da vida é você, ser de virtude rara,
Sua suavidade é suprema e o seu amor sem fim.
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 11/08/2012
Alterado em 15/03/2018

Música: Don't - Shania Twain

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários