CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


               Cachoeira do Amor


Cachoeira onde cantam o sabiá, a graúna e o carcará,
Que contam as histórias de uma linda índia que passava por lá.
Que das águas os seus cabelos brilhavam sem cessar,
A procura de um homem, e por ele se apaixonar.

Cachoeira virginal, de natureza divinal,
Cravada nas terras de corações ferventes,
Das mulheres amáveis e dos homens eloquentes,
Que vivem uma vida extremamente efervescente.

Dá-me a graça dessa índia rever,
E dela um beijo possa receber,
Cair em seus braços e sentir o seu corpo nu,
Sentindo os prazeres da vida em santuário suntuoso,
Entre a linda cachoeira e o sol esplendoroso.

Que vivamos entrelaçados num amor sem fim,
Que meu amor deixe a bela índia a se apaixonar por mim,
Desse cenário mágico nunca mais possa sair,
E que dos beijos dela eu jamais deixe de sempre sentir.
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 22/01/2014
Alterado em 15/03/2018

Música: Caribbean Blue - Enya

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários