CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


Copacabana, Copacabana.


Posso viajar o mundo,
Descobrir outros universos.
A viajar pelo espaço profundo,
Enquanto declamo versos.

Mas nada pode ser comparado a ti princesa,
Dos mares bravios a mais bela.
Nos encanta com toda a tua beleza,
Sutileza, amabilidade e delicadeza.

És maltratada por nós, filhos ingratos da tua história
Agimos como irracionais, diante a tua grandeza e a tua glória
Quisera eu mudar a nossa trajetória violenta e sem sentido,
Para que a linda princesa também fosse à maravilha natureza

Os montes te circundam e te protegem,
Ele se inclinam e reverenciam àquela que é amada por mim,
E que sonho por todas as noites,
Andando por teus calçadões, que imitam o Atlântico sem fim.

Copacabana, Copacabana!
O teu filho vive pelo teu nome, ele é tudo para mim,
Envolve o meu corpo e me lança ao teu mar,
Para sentir todo o teu calor a minha volta.

Copacabana, Copacabana!
Teu elo de amor por mim é vital, elo divinal,
Que faz com que me sinta alto, pleno diante a vida,
Nada é mais belo do que viver em ti,
Tu que és minha eterna terra natal,
Maravilhosa por direito, eterna em meu coração.
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 13/03/2018
Alterado em 13/03/2018

Música: Polo Vagalume - Polo Vagalume

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários