CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


Doce e Suave Tempo



Às vezes olho o tempo,
Pensando no tempo que voa ao redor de mim.
Que, desde garoto, esteve comigo,
Sempre mostrando,
As virtudes e os vícios do homem.

Um ser menino e adulto,
Homem com ideias de criança.
Grande e ingênua,
Que ainda acredita num mundo,
Onde a humanidade viva em harmonia
Com a alegria e o saber.

Sou um homem e como homem que sou
Ainda acredito que possa sonhar,
Sonhar com o dia em que esse tempo
Chegará para nós...

... Que bom é, às vezes,
Ficar olhando esse menino levado chamado tempo.
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 15/11/2012
Alterado em 15/10/2015
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários