CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


Amada
 


Belíssima dádiva divina,
Radiante como o sol, linda como a lua,
Uma poesia em forma de mulher,
Num elo de paz e amor sem fim,
A você, dedico tudo que há em mim.
 
Mas, só tenho a oferecer o meu amor,
Àquela que é a essência da minha existência.
Tenho um desejo, ter você aqui, menina-sereia,
Indo da tristeza a alegria, tendo apenas o teu olhar,
Enquanto te vejo, sinto-me como se estivesse a voar,
Levando-me contigo por estes, mundos distantes,
Idolatrada mulher, sou o teu fiel amante.
 
Deusa linda e adorada,
Amiga fiel, por mim, muito amada.
 
Seja sempre esta doçura que representa a paixão,
Instinto sincero e cheio de emoção,
Livra-me da solidão, que assola este frágil coração.
Viaja comigo por estas terras de belezas e encantos,
Amada querida, que vive... Nos jardins dos meus sonhos.


 
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 01/12/2012
Alterado em 15/10/2015
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários