CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Mauro Veríssimo
"À minha Bella, a mulher mais admirável dos jardins dos meus sonhos. Minha vida, a ti pertence."
Textos


Quem Eu Sou?
 
 
 
De certa forma, não sei quem sou, mas tento descrever-me da melhor forma possível, acima de tudo, vale o sentimento do que se escreve, do que o que se elabora partindo do coração.
 
O perfeccionismo que reside em mim é radical ao máximo, sendo mesquinho e melancólico às vezes, sempre desejo conquistar amigos como se não tivesse nenhum, na ânsia louca de nunca sentir a solidão, e que, os amigos demonstrem a mesma amizade que tenho para com eles, como às vezes isso não é possível, acabo me isolando de todos e sofrendo daquilo do que tenho maior pavor, a solidão.
 
Tento descobrir quem realmente sou, por isso, sempre vivo aberto para o diálogo, seja em casa, na rua ou no trabalho. É sempre importante saber quem nós somos e isso só saberemos das pessoas que vivem ao redor de nós, o que vejo é que sou uma pessoa que fala demais, prolixa e que gosta de falar difícil, simplesmente para mostrar que sabe falar. E que, pelos problemas que já foram mencionados, acabo por me tornar lento no julgamento dos problemas da vida. O que gera uma sensação de profunda tristeza no peito. Porém, vejo nos amigos que tenho a vontade de me ajudar da forma possível e impossível, tudo para tentar me levar para junto deles, e isso não tem preço, obrigado a vocês meus amigos queridos.
 
Não sei quem eu sou, mas sei que sou aquilo que é descrito por vocês, e baseado nisso, sempre saberei como devo ser, a forma mais sincera de ser feliz.
Mauro Veríssimo
Enviado por Mauro Veríssimo em 13/12/2012
Alterado em 15/10/2015
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários